O gerenciamento e o desenvolvimento do conhecimento são um elemento crítico de um programa de manutenção eficaz. Essa abordagem em três etapas garante que sua equipe de manutenção tenha as habilidades necessárias para maximizar o tempo de atividade.

Aprendizados chaves



Suas habilidades de manutenção estão acompanhando a tecnologia? Três habilidades principais que todo gerente de manutenção deve ter.

  1. Planejar o futuro.
  2. Identificar a Especialização Crítica.
  3. Preencher as lacunas de conhecimento.

No final da década de 1970, quando um de nós começou seu estágio como montador de máquinas, tudo o que se precisava para carregar no bolso de trás era um alicate simples e uma chave de fenda. Naquela época, o trabalho do técnico de manutenção era quase inteiramente mecânico. Esse não é mais o caso.

Hoje, laptops e outros sofisticados instrumentos de diagnóstico são acessórios do dia-a-dia no chão de fábrica. Controladores lógicos programáveis (PLCs), robôs e níveis crescentes de automação tornam necessário que os técnicos de manutenção entendam eletrônica, programação e análise, além da experiência em sistemas mecânicos e elétricos.

Todo grande investimento em novas tecnologias e equipamentos aumenta o nível de requisitos e de habilidade de suas equipes de manutenção. Aqui estão três considerações para avaliar e desenvolver uma equipe de manutenção altamente qualificada e eficaz.

1. Panejar o futuro

Os gerentes de manutenção são constantemente desafiados a combinar as habilidades de seu pessoal com os requisitos de tecnologia existentes e emergentes. Analisar os requisitos de recursos atuais e futuros é o primeiro passo na criação de um plano de desenvolvimento de conhecimento que preenche todas as lacunas. Isso primeiro requer uma compreensão dos requisitos atuais de tecnologia e planos de investimento futuros.

Idealmente, a manutenção deve estar envolvida no processo de projeto e aquisição de equipamentos, fornecendo insumos e uma avaliação real dos requisitos de manutenção para novos investimentos. O conhecimento das demandas atuais de manutenção e da carga de trabalho deve ser usado para fornecer informações e melhorar os investimentos futuros. No mínimo, o envolvimento precoce permite que a equipe de manutenção comece a preencher qualquer conhecimento técnico ausente e solicite o treinamento necessário dos fornecedores de equipamentos.

A padronização dos tipos de tecnologia e fornecedores e a aderência a eles - sejam controles ou tipos de conectividade - podem simplificar drasticamente os requisitos de treinamento e conhecimento (bem como os custos operacionais). Isso pode ser mais fácil dizer do que fazer, porque os fabricantes de máquinas tendem a ficar com um tipo de PLC e tentam cobrar mais por qualquer customizar.

Decisões anteriores podem criar anos de trabalho extra e dores de cabeça. Por exemplo, uma das fábricas que costumávamos supervisionar tinha quatro tipos diferentes de PLCs. Esse era sempre um desafio para gerenciar, porque alguns membros da equipe de manutenção eram qualificados apenas para trabalhar em Allen Bradley, Siemens ou outros PLCs, e não nos outros tipos, o que reduzia a flexibilidade e a capacidade de resposta.

2. Identificar a Especialização Crítica

Ao elaborar um plano de desenvolvimento de conhecimento, os gerentes de manutenção devem perguntar: Quais habilidades-chave precisamos manter em casa? Que habilidades devemos desenvolver e manter? Que trabalho de manutenção devemos contratar?

As respostas para essas perguntas dependem em grande parte da importância das máquinas e equipamentos para a produtividade e o tempo de atividade da produção. A manutenção de quaisquer linhas e equipamentos de produção próprios deve ser mantida em casa. Você não deseja que pessoas de fora vejam de perto qualquer tecnologia que ofereça uma vantagem competitiva real. Isso normalmente inclui todas as máquinas customizadas que fazem uma coisa e fazem muito bem.

Do outro lado da questão interna ou terceirizada, há algum trabalho relacionado a instalações, desde cortar a grama e paisagismo até pintura e sistemas de climatização. Você deseja que seu pessoal de manutenção se concentre na tecnologia de produção crítica e não precise se preocupar com essas tarefas mais comuns, fáceis de terceirizar.

Considere também terceirizar o gerenciamento de estoque de MRO (Manutenção, Reparo e Revisão geral). As vantagens incluíam melhor organização, custos mais baixos de compra, compra independente reduzida e menos interrupções. O inventário de MRO não só pode ser gerenciado de forma melhor e mais econômica pelos fornecedores, como também pode ser mantido no local com base em consignação, o que significa que é pago apenas quando usado.

3. Preencher as lacunas de conhecimento

Na questão do treinamento, os gerentes de manutenção devem determinar se os técnicos serão enviados para fora para obter instruções ou se a criação de um programa de treinamento interno faz mais sentido. Sempre descobrimos que o treinamento genérico é muito menos eficaz do que o treinamento direcionado em aplicativos e tipos de equipamentos específicos.

Se contratados externos e engenheiros corporativos configuram o equipamento e depois entregam as chaves às equipes de produção e manutenção, isso não é uma receita para o sucesso. O treinamento completo do pessoal de manutenção deve fazer parte do contrato de entrega.

Na manutenção, os melhores mecânicos e técnicos costumam ser promovidos a gerentes. Como delegar efetivamente e responsabilizar as pessoas são conjuntos de habilidades totalmente diferentes que precisam ser desenvolvidas. Os fabricantes precisam definir o que o sucesso do gerenciamento exige em sua organização e desenvolver deliberadamente essas habilidades essenciais em seus gerentes de manutenção.

Por fim, você provavelmente não contratará um "cientista de dados" para fazer parte de sua equipe de manutenção. Porém, os fabricantes precisarão cada vez mais desenvolver pessoas com habilidades para coletar e baixar dados dos sistemas e, em seguida, executar algumas análises elementares, no mínimo.

Essas são as principais tendências e desafios relacionados às habilidades que os líderes de negócios de manufatura precisam estar cientes da adoção da Internet industrial, maior conectividade de equipamentos e mais automação. Quão preparadas estão suas equipes de manutenção?