Equilibre seus riscos e questões regulatórias com considerações de custo, qualidade e nível de serviço para tomar decisões mais sólidas sobre a cadeia de suprimentos.

 

Por muitas décadas, os fabricantes têm desfrutado do luxo de terceirizar de praticamente qualquer lugar do mundo, sem ter que se preocupar muito sobre os fatores de risco envolvidos nas operações globais. A COVID-19 mudou o jogo, pelo menos no futuro previsível.  E isso significa que as decisões na cadeia de suprimentos se tornarão repentinamente mais complexas do que nos últimos anos.

No artigo mais recente de nossos especialistas em cadeia de suprimentos John Ferguson, Ken Koenemann e Brian Cromer apresentam estratégias e uma lista de verificação para reequilibrar sua cadeia de suprimentos para um mundo pós COVID-19.

Baixe o artigo reconciliando sua cadeia de suprimentos e a lista de verificação para obter respostas a perguntas críticas, incluindo:

  • Como você pode usar a regra 80/20 para diminuir o risco de sua rede? Quanto é muito, quando se trata de atribuir volume a um fornecedor?
  • Quais são as novas prioridades na hora de escolher fornecedores? O parceiro que oferece o melhor custo, qualidade e serviço pode parecer bom superficialmente, mas é realmente o melhor para o seu negócio?
  • Você está otimizando totalmente seus recursos internos? Terceirizar certos elementos da produção é inevitável, mas certifique-se de avaliar sua capacidade interna primeiro.

Você também pode visitar o Centro de Recursos TBM para a COVID para os fabricantes, para obter mais informações sobre como responder e se preparar para as implicações de longo prazo da COVID-19.